Dissertações 1983 - GUIMARÃES, Pedro Penido Duarte.
Universidade Federal do Pará
Segunda-feira, 20 de Agosto de 2018

Sugestões/Comentários

Quem está Online?

Nós temos 32 visitantes online

Quantos Viram Isto?

Visualizações de Conteúdo : 250460

Home Dissertações Dissertações 1983 - GUIMARÃES, Pedro Penido Duarte.

 

GUIMARÃES, Pedro Penido Duarte. Métodos sísmicos de refração e eletromagnético aplicados ao estudo de um paleocanal da Ilha de Marajó, Pará. 1983, 90f. Dissertação (Mestrado em Geofísica)- Curso de Pós- Graduação em Ciências Geofísicas e Geológicas, Universidade Federal do Pará, Belém, 1983.

 

R E S U M O

Os métodos sísmico de refração e eletromagnético foram aplicados, em caráter experimental, á prospecção de água sub­terrânea. A eficiência destes métodos foi testada com cerca de 1.500m de perfis de refração rasa na delimitação geométri­ca em três dimensões de um paleocanal na região dos campos na­turais da Ilha de Marajó e com um perfil eletromagnético (técnica Slingram) para a detecção de contatos laterais de água doce- água salobra.

A interpretação dos dados sísmicos foi realizada com as equações de tempo de intersecção para n camadas inclinadas com o auxílio do controle geológico de 2 (dois) poços para contor­nar problemas de camadas não detectadas. Obteve-se uma baixa velocidade (0,81 km/s) para os sedimentos silte-arenosos satu­rados que preenchem o paleocanal.

Em virtude da inversão de velocidades terem sido obtidas como resultado para estes sedimentos, não se aconselha o mapea­mento de paleocanais pela sísmica de refração, salvo com a utilização de técnicas especiais de campo (registro digital, 'up-hole survey', registro ondas S, reflexão simultânea,...).

Os dados eletromagnéticos foram analisados semi-quantitativamente com o auxílio de um modelo reduzido construído a partir de uma seção de resistividades aparentes. Um diagrama de Argand, traçado com os dados de laboratório, fornece subsídios para a determinação da condutância em ambientes de sedimentos não consolidados análogos ao de Marajó.

Recomenda-se a utilização dos métodos eletromagnéticos para o reconhecimento lateral de zonas de água doce-água salo­bra, uma vez que a componente quadratura da frequência alta (2640 Hz) define, com precisão suficiente, estas zonas.

A comparação dos resultados dos dois métodos mostra que apenas parte do paleocanal se comporta como um aquífero.

 

 

Texto Completo

 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Qual a sua avaliação para o CEMIG?
 
© 2012 - Instituto de Geociências - Universidade Federal do Pará
Centro de Memórias do Instituto de Geociências
Tel: (91) 3201-7476 • E-mail: cemig@ufpa.br