Universidade Federal do Pará
Domingo, 09 de Agosto de 2020

Sugestões/Comentários

Quem está Online?

Nós temos 288 visitantes online

Quantos Viram Isto?

Visualizações de Conteúdo : 377209

Home Dissertações Dissertações 1991 - BARBOSA, Valéria Cristina Ferreira.

 

BARBOSA, Valéria Cristina Ferreira. Reconstituição gravimétrica compacta. 1991, 97f. Dissertação (Mestrado em Geofísica)- Curso de Pós- Graduação em Geofísica, Centro de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, 1991.


RESUMO

O presente trabalho desenvolve um novo método de interpretação de dados gravimétricos, denominado reconstituição gravimétrica compacta, que usa o método da regularização de Tikhonov para incorporar a informação a priori de máxima compacidade das fontes anômalas ao longo de vários eixos. Para tanto, minimiza-se um funcional estabilizante que retrata a dispersão das fontes em relação a cada eixo, sujeito às fontes interpretativas explicarem o campo gravimétrico observado. Em decorrência de sua versatilidade, o método incorpora facilmente outras informações a priori, como limites nos tamanhos dos eixos em questão e concentração de mais massa ao longo de uma ou mais direções, bastando, neste último caso, presumirem-se vários eixos suficientemente próximos entre si. A combinação adequada destas informações permite, por sua vez, introduzir informação a priori sobre as formas (arbitrárias) das fontes.

O desempenho do método é ilustrado em dados sintéticos com e sem ruído simulando di­ferentes ambientes e feições geológicas, como mineralizações ao longo de várias falhas, soleiras e diques em bacias sedimentares e intrusões lacolíticas. Em todas as situações geológicas simuladas a recuperação satisfatória de massas anômalas com densidade constante foi sempre possível, bastando introduzir uma quantidade suficiente de informação a priori.

Apesar do método da reconstituição gravimétrica compacta produzir soluções matemati­camente únicas e estáveis na presença de ruído, a sua dependência na informação a priori introduz uma tendenciosidade na solução obtida. Em virtude desta dependência, foi desenvolvida uma técnica empírica para análise da ambigüidade das soluções devida às incertezas nas informações a priori. A técnica, no entanto, é suficientemente genérica, podendo ser aplicada em outras causas, como por exemplo, à presença de ruído nas observações gravimétricas.

A análise da ambigüidade é ilustrada através de dados sintéticos produzidos por corpos simples alongados em uma única direção de modo que pudesse ser interpretado pelo método pro­posto postulando-se apenas um único eixo. Os resultados mostram a elevada dependência da interpretação na confiabilidade da informação a priori para um corpo horizontalmente alongado e a elevada dependência na confiabilidade das observações geofísicas para um corpo verticalmente alongado. A interpretação de fontes horizontais mostrou-se, portanto, um problema relativamente mais estável que a interpretação de fontes verticais, quando as observações estão contaminadas por ruído aleatório.

Finalmente, o método da reconstituição gravimétrica compacta foi aplicado a um perfil gravimétrico real da localidade de Iron Montain, Missouri (EUA), onde ocorrem corpos mineralizados de hematita e magnetita preenchendo fraturas de rochas pré-cambrianas. A eficiente reconstituição geométrica dos corpos foi comprovada através do detalhado controle geológico proveniente de furos de sondagens.

 

Texto Completo

 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Qual a sua avaliação para o CEMIG?
 
© 2012 - Instituto de Geociências - Universidade Federal do Pará
Centro de Memórias do Instituto de Geociências
Tel: (91) 3201-7476 • E-mail: cemig@ufpa.br