Universidade Federal do Pará
Quarta-feira, 05 de Agosto de 2020

Sugestões/Comentários

Quem está Online?

Nós temos 281 visitantes online

Quantos Viram Isto?

Visualizações de Conteúdo : 375683

Home Dissertações Dissertações 1996 - Arnaldo de Q. da Silva

SILVA, Arnaldo de Queiroz da. Eletroresistividade aplicada à caracterização hidrogeológica para o abastecimento da cidade de São Domingos do Araguaia- Pará. 1996, 81f. Dissertação (Mestrado em Geofísica)- Curso de Pós- Graduação em Geofísica, Centro de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, 1995.

RESUMO

O uso de métodos geofísicos (elétricos, eletromagnéticos e perfilagem de poço) na pros­pecção de água subterrânea em muitas localidades no Estado do Pará, tornou-se possível graças a um convênio firmado em 1988, entre a Fundação Nacional de Saúde e a Universida­de Federal do Pará, através do Departamento de Geofísica e do Curso de Pós-Graduação em Geofísica, sendo estes responsáveis pelo estudo técnico das áreas prospectadas.

Nosso objetivo nesta tese é contribuir com critérios geoelétricos, com base na utilização de dados de resistividade aparente (pa), medidos em superfície, visando melhorar a caracte­rização do quadro geológico de subsuperfície e por conseguinte prover informações mais con­fiáveis quanto aos recursos dos mananciais subterrâneos.

Inicialmente, analisamos a influência que algumas estruturas 2D, em subsuperfície, tem sobre os dados de eletroresistividade, medidos em Sondagens Elétricas Verticais (SEVs), com o arranjo Schlumberger. Este estudo foi realizado através de simulações numéricas utilizando o programa computacional SEV2D desenvolvido no Departamento de Geofísica, baseado na técnica dos elementos finitos. Resultados mostram ambiguidades geradas pelo uso de métodos de interpretação 1D de SEVs, executados em ambientes geológicos de características bidimensionais.

A parte prática da tese se constituiu no tratamento interpretativo de dados de eletrore­sistividade coletados na sede do município de São Domingos do Araguaia, cidade localizada na região sudeste do Estado do Pará. A aquisição destes dados se deu através de SEVs, uti­lizando o arranjo Schlumberger. Correlacionando os resultados das interpretações geofísicas com informações geológicas foram possíveis definir um quadro geológico para a área que serve como referência para a prospecção de água subterrânea na referida cidade.

Texto Completo

 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Qual a sua avaliação para o CEMIG?
 
© 2012 - Instituto de Geociências - Universidade Federal do Pará
Centro de Memórias do Instituto de Geociências
Tel: (91) 3201-7476 • E-mail: cemig@ufpa.br