Universidade Federal do Pará
Quarta-feira, 05 de Agosto de 2020

Sugestões/Comentários

Quem está Online?

Nós temos 238 visitantes online

Quantos Viram Isto?

Visualizações de Conteúdo : 375640

Home Teses Teses 1997 - ANDRADE, André José Neves.

 

ANDRADE, André José Neves. Aplicação de redes neuronais artificiais ao tratamento e interpretação de perfis Geofísicos de poço aberto. 1997, 127f. Tese (Doutorado em Geofísica)- Curso de Pós- Graduação em Geofísica, Centro de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, 1997.

 

RESUMO

A análise dos perfis petrofísicos de poço aberto possui um papel de fundamental im­portância para os estudos geológicos e geofísicos, no que se refere a obtenção de um maior conhecimento da subsuperfície, bem como para a identificação e exploração de depósitos minerais e petrolíferos.

Alguns tópicos importantes da interpretação geológica dos perfis como a determinação de interfaces, a identificação mineralógica e a correlação poço-a-poço são extremamente tediosas e dispendem na sua execução uma grande carga horária. A automação destes procedimentos é em princípio bastante complicada, mas necessária, pois permitirá um melhor aproveitamento do tempo de trabalho do geólogo de produção e do interprete de perfis.

As redes neuronais artificiais apresentam um bom desempenho para a solução destes tipos de problema, inclusive nos casos nos quais os algoritmos sequenciais apresentam dificuldades.

Mostrar-se-á nesta tese que as redes neuronais artificiais podem ser utilizadas eficiente­mente para a automação desses procedimentos da interpretação geológica dos perfis. Apre­sentamos detalhadamente as novas arquiteturas e as aplicações sobre dados sintéticos e perfis reais.

 

Texto Completo

 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Qual a sua avaliação para o CEMIG?
 
© 2012 - Instituto de Geociências - Universidade Federal do Pará
Centro de Memórias do Instituto de Geociências
Tel: (91) 3201-7476 • E-mail: cemig@ufpa.br