Universidade Federal do Pará
Quarta-feira, 05 de Agosto de 2020

Sugestões/Comentários

Quem está Online?

Nós temos 72 visitantes online

Quantos Viram Isto?

Visualizações de Conteúdo : 375472

Home Dissertações Dissertações 2006 - GOMES, Anderson Batista.

 

GOMES, Anderson Batista. Processamento de dados sísmicos reais da Região Amazônica. 2006, 95f. Dissertação (Mestrado em Geofísica)- Curso de Pós- Graduação em Geofísica, Centro de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, 2006.

 

RESUMO

O tratamento de dados sísmicos divide-se basicamente em três partes: o pré- processamento, o processamento e o imageamento. Na presente dissertação discutimos as etapas de pré-processamento e dois importantes métodos de processamento voltados à simulação de seções afastamento-nulo (AN) a partir de dados de cobertura múltipla.

O processamento Convencional (NMO/DMO) e o processamento Superfície de Reflexão Comum (CRS) foram aplicados a dados sísmicos de reflexão de algumas linhas sísmicas do grupo 204 do conjunto de dados do Graben do Tacutu (Brasil). Usamos o Sistema CWP/SU para realizar as etapas de pré-processamento e de processamento convencional (NMO/DMO). O processamento CRS foi realizado com o Sistema WIT/CRS.

As etapas de pré-processamento consistiram basicamente de três partes: organização da geometria; cancelamento e silenciamento de traços ruidosos; e filtragem na frequência temporal (filtro em f) e na velocidade (filtro f-k). A etapa de deconvolução foi realizada, porém devido a um resultado que não trouxe contribuições, os resultados não tiveram uso posterior. Também, a correção estática de elevação não foi realizada porque a topografia é muito suave (variação topográfica menor do que 20 m) no platô do Tacutu.

A qualidade dos resultados do processamento NMO/DMO foi fortemente comprometida devido à dependência do método do modelo de velocidade, que neste caso não foi suficientemente preciso. Além disso, encontramos dificuldades na análise de velocidade (AV) devido à grande quantidade de ruído presente nos dados. Como consequência, a correção de sobre tempo normal (“Normal Moveout”, NMO) e a migração não geraram resultados melhores.

Fundamentado nos atributos estimados pelo método de empilhamento CRS, foi obtido um macro modelo de velocidades através de inversão tomográfica de reflexão. Usando este macro modelo, foram realizadas migrações em profundidade pré- e pós-empilhamento. Também, os atributos CRS são usados no método correção estáticos residuais, e os resultados demonstraram uma melhora na resolução das seções empilhadas.

As seções resultantes dos empilhamentos e das migrações foram interpretadas visando o delineamento de estruturas. A partir dos detalhes visuais dos painéis, interpretamos afinamentos, um anticlinal principal falhado e desconformidades, e conjuntos de horsts e grabens foram traçados. Em contrapartida, o embasamento não pode ser facilmente traçado.

Palavras chave: processamento sísmico, correção NMO, análise de velocidade, empilhamento, sísmica de reflexão.

 

Texto Completo

 

 

 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Qual a sua avaliação para o CEMIG?
 
© 2012 - Instituto de Geociências - Universidade Federal do Pará
Centro de Memórias do Instituto de Geociências
Tel: (91) 3201-7476 • E-mail: cemig@ufpa.br